Compartilhe

TECIDOS DE COMPRESSÃO

Nas últimas décadas, as tecnologias vem se aperfeiçoando cada vez mais e, a partir disso, novos e indispensáveis recursos são criados. Isso não é diferente para os tecidos, principalmente quando aplicadas para a moda esportiva, com a criação de peças adequadas para as diferentes práticas.

Atualmente, um novo princípio tem sido repetidamente comprovado em recentes pesquisas de diversos laboratórios do mundo: a compressão!

Estudos apontam a importância deste recurso nas roupas esportivas, principalmente de forma seletiva em determinados​ grupos musculares, que podem incorporar as seguintes vantagens:

– Melhor propriocepção, o que significa percepção mais refinada da posição de cada segmento corporal no espaço “interpretado” pelo cérebro, o que repercute melhor precisão na execução de movimentos e prevenção de lesões.

– Melhor aplicação de força em função da diminuição da vibração muscular, o que repercute em melhor qualidade do próprio treinamento.

– Diminuição dos micro traumas musculares, o que resguarda a integridade de musculatura sobmedida à sobrecarga do exercício e melhora a recuperação pós esforço.

O princípio compressivo ganha cada vez mais adeptos em diferentes modalidades esportivas. Neste Mundial de futebol, por exemplo, podemos observar que os uniformes feitos pela Puma foram realizados com essa tecnologia. As seleções de Gana, Itália, Costa do Marfim, Chile, Camarões e Uruguai, apareceram com peças mais justas ao corpo.

Ao que tudo indica, é uma questão de tempo para essa tecnologia dominar também as academias e aulas aeróbicas! Alguns de nossos tecidos com esse princípio: Compress® [5096], Sportiva Pró® [8891] , Acquos® NG [5301], 4 Way Emana [2874].

Postado em: 26/06/2014

Veja também